O que os condomínios devem pensar na hora de projetar áreas sociais.

O que os condomínios devem pensar na hora de projetar áreas sociais.

Agradar a todos é uma tarefa difícil, todo mundo sabe. Por isso que os profissionais de arquitetura e decoração não trabalham apenas imprimindo o estilo de seus escritórios? O gosto pessoal dos clientes deve transparecer no conjunto final.

Com as áreas sociais essa dificuldade aumenta, já que o projeto precisa atender uma série de funcionalidades, além de ser bonito e interessante não só para os condôminos, mas também para os visitantes que irão desfrutar do espaço. “Partimos sempre de um conceito neutro e atemporal, para que o projeto não fique datado e possa se adaptar a diversos eventos e ocasiões”, explica a arquiteta Juliana Marques.

Salão de festas

As profissionais à frente do escritório Griff Arquitetura ressaltam que o cuidado com a atemporalidade é principalmente importante com o salão de festas, que pode receber aniversários infantis, de adulto, churrascos e festas. Outro ponto a se levar em consideração é a acessibilidade. “Os banheiros e a área de circulação entre mobiliário devem ser cuidadosamente pensados”, detalha Roberta Lanza.

Os revestimentos e móveis também precisam passar por uma curadoria especial para evitar que o espaço de uso comum fique rapidamente danificado. “Os tecidos devem ser impermeabilizados e resistentes, o piso, de fácil limpeza e o mobiliário, em geral, resistente”, comenta Juliana.  A iluminação também é quesito fundamental, e deve atender tanto uma festa intimista com iluminação direcional, como festas infantis que necessitam de iluminação geral para a segurança das crianças.

Salão de jogos e varandas

Para o salão de jogos, o ideal é uma decoração mais descontraída, geralmente seguindo o tema de esportes. “Como o principal são as mesas de bilhar, pebolim, xadrez, e pôquer, procuramos complementar com painéis decorativos e iluminação indireta, para dar um ar intimista, e focal, para concentrar os jogadores na partida”, finaliza Roberta.

Já nas varandas, as profissionais exploram o uso de plantas com diferentes tipos de espécies e alturas. Outra dica é fazer uso de pergolado, que deixa o projeto mais interessante e oferece sombra aos moradores.

Fonte: ParanaShop