Dicas para evitar os roubos e furtos de casas de veraneio

Dicas para evitar os roubos e furtos de casas de veraneio

Com o calor do verão, crescem também roubos e furtos de casas de veraneio

É comum o aumento no número de roubos e furtos em casas de veraneio durante o verão. O diretor executivo de sinistros da Allianz Seguros, Laur Diuri, diz que há um crescimento em torno de 10% no número de ocorrências. Com base nos sinistros mais comuns, no litoral ou no campo, a seguradora elaborou uma série de dicas que auxiliam o segurado a evitar roubos e furtos durante a viagem.

MÉTODOS DOS LADRÕES

· Os assaltantes costumam utilizar mulheres e crianças para observar os moradores, em especial, os turistas em suas casas. Para disfarçar, esses “olheiros” geralmente pedem alguma coisa para o morador e vão embora. Eles transmitem tudo o que observaram para os ladrões, como o número de pessoas, o modelo do veículo, se a família mantém o portão aberto e se tem o costume de conversar na calçada.

· Os furtos geralmente são praticados por assaltantes de bicicletas, motos ou a pé, sempre acompanhados.

· Nos assaltos a residências, durante o dia ou à noite, os ladrões armados costumam surpreender os turistas na chegada e saída da residência ou momentos de distração com portões abertos por exemplo. Em seguida, após recolherem os pertences de maior valor, utilizam o veículo da família para fuga.

· Preferem furtar ou roubar joias, relógios, eletrodomésticos, eletrônicos, como tablets e vídeo games, TVs, armas dinheiro e celulares.

AO CHEGAR

· Nunca tire seus pertences na rua. Procure descarregar o veículo dentro da garagem para evitar que pessoas estranhas saibam o que você trouxe.

· Não deixe objetos (bolsas, sacolas, óculos, celular) sobre os bancos.

· Se possível, mantenha o alarme sempre acionado.

· Não deixe o carro e vidros abertos, principalmente com a chave no contato, mesmo que o afastamento seja por pouco tempo e de pequena distância.

NA CASA DE VERANEIO

· Não deixe portões abertos e objetos (bicicleta, brinquedos e bolsas) em locais de fácil acesso.

· Evite ficar conversando na porta, mesmo que esteja em grupo.

· Se possível, quando for à praia ou se ausentar da casa de campo, deixe alguém na residência ou comunique sua ausência a um vizinho de confiança, deixando seus contatos, como telefone celular.

· Evite deixar que as janelas da casa sejam “vitrine” para os objetos de valor no interior da casa.

· Não deixe joias e dinheiro dentro da casa, mesmo que seja em um cofre. No período da viagem, utilize cofres de bancos ou empresas privadas.

· Ao chegar na residência, tenha atenção e entre rapidamente. Caso haja algum suspeito, não entre. Dê algumas voltas e ligue para a Policia Militar no telefone 190.

· Feche bem as portas e janelas, mesmo que tenha que sair por pouco tempo. Se for possível, reforce as portas com fechaduras auxiliares.

· Mantenha uma luz externa ligada durante a noite. Se notar a presença de pessoas suspeitas, ligue imediatamente para o telefone 190.

· Lembre-se de que os “ladrões de ocasião” optam por residências cujo acesso é mais fácil, com menos itens de segurança.

· Em hipótese alguma reaja a um assalto.

FONTE: Virta Comunicação