Benfeitorias no imóvel alugado!

Benfeitorias no imóvel alugado!

Free Digital Photos by Ambro
Benfeitorias são obras executadas no imóvel alugado.
É o que muitos inquilinos pensam em fazer logo ao se mudar, e esquecem de analisar seu contrato de aluguel e muitos outros passos importantes que devem ser analisados antes de começar uma reforma em um imóvel alugado. 
Primeiramente, o inquilino não deve executar nenhuma benfeitoria sem antes avisar ou notificar a imobiliária, solicitando assim, uma prévia autorização
Se o inquilino realiza uma benfeitoria não autorizada, isso pode caracterizar infração contratual. Então, o importante é o inquilino saber que todas as benfeitorias dependem da autorização prévia do proprietário e a imobiliária é apenas uma intermediadora da solicitação do inquilino e da resposta do proprietário. 
Cabe ao inquilino saber também que nem todas as benfeitorias poderão ser restituídas pelo proprietário, pois vai depender do que está sendo solicitado e o proprietário, dependendo do caso, pode se negar a fazer e pagar a benfeitoria. Por isso é importante solicitar o que pretende fazer, antes mesmo de entrar no imóvel, para negociar a liberação e os valores do que quer fazer no imóvel, pra ver se será autorizado e pago pelo proprietário. 
Segundo a Lei do Inquilinato (Lei nº 8.245, de 18  de outubro de 1991), há três tipos de benfeitorias: necessárias, úteis e voluptuárias.
Benfeitorias Úteis
São obras com finalidade de melhorar, aumentar ou até facilitar o seu uso. Como não são obras necessárias, e mesmo dando mais qualidade ao imóvel, o proprietário não tem a obrigação de aceitar. Se proprietário aceitar, serão indenizáveis e permitem o exercício do direito de retenção. Exemplo de obras: colocação de fechaduras extras, alarme, grades, box no banheiro. 

Benfeitorias Necessárias
São as obras para melhor conservação do imóvel, que podem ser observadas através das vistorias da imobiliária e o inquilino deve aceitar e permitir a realização dessas obras sob pena de infração contratual. Geralmente o proprietário é obrigado a realizar e a pagar por elas. Como por exemplo: encanamentos internos com vazamentos e troca da fiação elétrica. 
Benfeitorias Voluptuárias
São obras feitas em benefício do inquilino, somente para embelezar o imóvel. Estas obras não serão indenizáveis, podendo ser levantadas pelo inquilino que ao término da locação a sua retirada não afete a estrutura e a substância do imóvel. Ou seja, caso o inquilino tenha aberto uma parede, por exemplo, deverá refazê-la novamente. Isso se não autorizado pelo locador, ou que a autorização tenha sido na condição de reconstruí-la posteriormente. Exemplo de obras: abertura de paredes, troca de piso, pintura de paredes.
Se você é nosso inquilino, antes de qualquer alteração no imóvel nos consulte.  Pois iremos averiguar com o proprietário todas as suas necessidades. Em caso de dúvida, entre em contato com a Imobiliária Senzala Imóveis no telefone (41) 3025-3366.